Brasil perdeu 1,528 milhão de postos de trabalho no 1º trimestre, revela IBGE

No primeiro trimestre, o mercado de trabalho perdeu 408 mil vagas com carteira assinada em relação ao quarto trimestre de 2017

Brasil perdeu 1,528 milhão de postos de trabalho no 1º trimestre, revela IBGE

Por: Agência Estado

O País perdeu 1,528 milhão de postos de trabalho em apenas um trimestre, ao mesmo tempo em que mais 1,379 milhão de pessoas migraram para o contingente de desempregados. Outros 233 mil indivíduos aderiram à população inativa no primeiro trimestre de 2018. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta sexta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No primeiro trimestre, o mercado de trabalho perdeu 408 mil vagas com carteira assinada em relação ao quarto trimestre de 2017, descendo ao menor patamar da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.

O contingente de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado encolheu em 402 mil pessoas, e outros 248 mil indivíduos deixaram o trabalho por conta própria. O setor público teve queda de 255 mil postos de trabalho em apenas um trimestre. O emprego como trabalhador doméstico diminuiu em 167 mil pessoas.

De acordo com o IBGE, o Brasil tinha 13,689 milhões de pessoas em busca de emprego no primeiro trimestre deste ano. Apesar do patamar elevado de desemprego, houve melhora em relação a igual período do ano anterior, segundo dados da Pnad Contínua agora divulgada.

Há menos 487 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um recuo de 3,4%. O total de ocupados cresceu 1,8% no período de um ano, o equivalente à criação de 1,634 milhão de postos de trabalho. O contingente de inativos avançou 0,7%, 455 mil pessoas a mais nessa condição.

Como consequência, a taxa de desemprego passou de 13,7% no trimestre até março de 2017 para 13,1% no trimestre encerrado em março de 2018.

O nível da ocupação, que mede o porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar, foi estimado em 53,6% no primeiro trimestre deste ano.

Carteira assinada

O mercado de trabalho brasileiro perdeu 493 mil vagas com carteira assinada no período de um ano. O total de postos de trabalho formais no setor privado encolheu 1,5% no primeiro trimestre de 2018 ante o quarto trimestre de 2017.

O total de vagas formais no setor privado no País caiu a 32,913 milhões de postos, o montante mais baixo de toda a série histórica iniciada em 2012.

Já o emprego sem carteira no setor privado teve aumento de 5,2% em um ano, com 533 mil empregados a mais. O total de empregadores cresceu 5,7% ante o primeiro trimestre de 2017, com 234 mil pessoas a mais.

O trabalho por conta própria cresceu 3,8% no período, com 839 mil pessoas a mais. A condição de trabalhador familiar auxiliar aumentou 1,4%, com 31 mil ocupados a mais. O setor público gerou 345 mil vagas, um avanço de 3,2% na ocupação.

Houve aumento de 145 mil indivíduos na condição do trabalhador doméstico, 2,4% de ocupados a mais nessa função, segundo o IBGE.

Arena da Copa: inquérito diz que Tadeu Alencar recebeu doações da Odebrecht após assinar contrato da obra

http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/

As partes dos documentos vazados do Inquérito 4292, em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF), que investiga suposta propina na obra de construção da Arena Pernambuco, mostram que, no inquérito, o então ministro Teori Zavascki anotou em despacho que o atual deputado federal Tadeu Alencar recebeu doação de campanha da empreiteira Odebrecht em 2014.

“…o candidato eleito ao cargo de Deputado Federal pelo Estado de Pernambuco, Francisco Tadeu Barbosa Alencar (na época dos fatos ocupava o cargo de Procurador Geral do Estado de Pernambuco e integrante do CGPE), os quais teriam recebido doações para campanha da Construtora Norberto Odebrecht S/A, respectivamente, R$ 50.000,00 e R$ 30.000,00”, registrou o despacho do falecido ministro Teori, na folha 1778 dos autos. Tadeu Alencar assinou em 15 de junho de 2010, junto com o ex-governador Eduardo Campos e o delator João Pacífico (pela Odebrecht), o contrato da Arena de Pernambuco, agora investigado pelo inquérito no STF.

No mesmo trecho do inquérito sigiloso, ele registra doação eleitoral da Odebrecht também para o senador Fernando Bezerra Coelho.

O MPF tem defendido, em alguns outros inquéritos da Lava Jato, que doações eleitorais registradas funcionariam como suposta propina, em troca de favorecimento pelos políticos. No Inquérito 4118, por exemplo, o MPF afirmou que a empreiteira UTC pagou R$ 300 mil de suposta propina ao deputado Eduardo da Fonte (PP), sendo R$ 200 mil, ainda segundo o MPF, em doações oficiais ao diretório estadual do PP em Pernambuco, até hoje presidido por Eduardo da Fonte.

No Inquérito 4292, o MPF ainda não apresentou denúncia, não havendo posição oficial do MPF sobre estas doações registradas da Odebrecht.

A presença do deputado federal Tadeu Alencar e do senador Fernando Bezerra Coelho foi decisiva para a investigação tramitar no STF, pelo foro privilegiado dos parlamentares federais. O governador Paulo Câmara, também investigado neste inquérito, tem foro apenas no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. O prefeito Geraldo Júlio teria foro privilegiado apenas no TRF5 ou TJPE, conforme a investigação seja em tese federal ou estadual.

Em outubro de 2014, Tadeu Alencar se elegeu deputado federal e tomou posse em fevereiro de 2015. Este ano, deve ser candidato à reeleição, sendo um dos candidatos preferenciais do Palácio do Campo das Princesas e do PSB.

O Inquérito 4292 está tramitando em sigilo sob a relatoria do ministro Celso de Mello, decano do STF.

Os investigados neste inquérito sigiloso são o governador Paulo Câmara (PSB), o prefeito Geraldo Júlio (PSB), o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) e o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB).

Ministra Carmen Lúcia decretou sigilo de inquérito que envolve governador Paulo Câmara

O sigilo desta investigação – questionado pela bancada de oposição na Assembleia – foi decretado pela ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, em despacho de 6 de dezembro de 2016. A ministra fez advertências a quem quebrasse o sigilo da investigação que envolve o governador Paulo Câmara e a Arena Pernambuco.

“Mantenho o segredo de justiça no presente feito, anotando que a desobediência a esta proibição de publicidade ensejará a responsabilidade penal de quem der causa, contribuir ou permitir a ruptura deste sigilo, na forma da legislação vigente”, decidiu a presidente do STF, nas folhas 1880 do Inquérito 4292.

A decisão de sigilo foi mantida, posteriormente, pelo relator sorteado, ministro Celso de Melo.

Ao contrário das várias outras delações premiadas da Lava Jato, como a da Odebrecht e a da JBS, que foram imediatamente liberadas pelo STF após a homologação, os documentos que envolvem a Arena Pernambuco tem sido mantidos sistematicamente sob sigilo, pelo STF, segundo fontes do Blog.

A tramitação do próprio Inquérito 4292, é mantida sob sigilo no site do STF. Também sob sigilo, a delação premiada do empresário João Carlos Lyra, revelada em parte, através de documentos juntados “por engano” pela secretaria do STF no inquérito que investiga o ministro do TCU, Vital do Rego.

 

Deputado petista quer audiência pública sobre regulação do preço da gasolina em Petrolina

O deputado Odacy Amorim (PT) questionou, em discurso na Reunião Plenária desta segunda (23), o preço médio cobrado pela gasolina em Petrolina (Sertão do São Francisco). De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o litro do combustível alcançou R$ 4,599 nos postos do município. O petista ressaltou que o valor está acima do que é cobrado na vizinha Juazeiro (BA), assim como na Paraíba e em outros municípios sertanejos de Pernambuco, como Araripina e Arcoverde. Ele propôs que a Comissão de Agricultura da Alepe realize uma audiência pública sobre o tema.

Nas palavras do parlamentar, “trinta centavos a mais no litro de gasolina impactam na vida de um trabalhador que, com dificuldade, paga o financiamento, o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e o seguro do carro, mas acaba precisando deixar o automóvel em casa porque não tem condições de pagar pelo combustível”.

“É preciso chamar a ANP, a BR Distribuidora, a Petrobras, o sindicato dos postos de combustíveis, além de Ministério Público, Secretaria de Fazenda e consumidores, para que participem desse debate. Por que o povo do Vale do São Francisco tem que pagar a gasolina mais cara do Brasil?”, indagou Amorim.

G1

Ex-vereador Genival da Vila realiza amanhã mais uma edição da Jecana em Araripina

0

A programação começa às 10h com o concurso do jumento mais enfeitado, seguido por sorteio de brindes. Logo em seguida começa a corrida dos animais

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Mantendo a tradição, será realizada em Araripina nessa terça-feira, 01, a 18ª edição da Jecana, uma das maiores corridas de jumentos do interior pernambucano. Realizado na Vila Santa Maria, em comemoração ao Dia do Trabalhador, o evento reúne um público formado por moradores de diversos municípios do Sertão do Araripe, além dos estados do Piauí e Ceará.

O organizador, ex-vereador Genival da Vila, se mobiliza anualmente para poder realizar a inusitada corrida. Genival afirma que sente prazer em promover todos os anos a Jecana, que atrai pessoas de outras cidades e até de outros estados.

A programação começa às 10h com o concurso do jumento mais enfeitado, seguido por sorteio de brindes. Logo em seguida começa a corrida dos animais e a festa termina com shows de atrações locais, a partir das 17h30.

Prefeito de Jaboatão dos Guararapes tem carro e celular roubados no Grande Recife

Por G1 PE

Anderson Ferreira foi assaltado no distrito de Bonança (Foto: Danielle Fonseca/TV Globo)

Anderson Ferreira foi assaltado no distrito de Bonança (Foto: Danielle Fonseca/TV Globo)

Anderson Ferreira voltava sozinho de uma viagem ao interior quando parou o carro para tomar café da manhã em um restaurante localizado às margens da BR-232. Ao sair do local, ele foi abordado por um grupo, que anunciou o assalto.

A queixa foi prestada na Delegacia de Moreno. O G1 procurou a Polícia Civil para saber sobre a investigação do caso e aguarda resposta.

G1

Caixa reduz juros e aumenta teto para financiamento da casa própria

Resultado de imagem para casa propria noticia

Ilustração net

Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (16) a redução dos juros para financiamento da casa própria e o aumento do percentual do valor a ser financiado para compra de imóvel usado. As mudanças, que começam a valer hoje, são para linhas de financiamento que utilizam recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.

A mudança ocorre após a Caixa reduzir duas vezes o teto de financiamento de imóveis em 2017, deixar de ter as taxas mais baixas do mercado e perder a liderança nas linhas de crédito com recurso da poupança entre novembro do ano passado e janeiro deste ano.

Para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), onde estão enquadrados os imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo o país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, cujo limite é de R$ 950 mil, a taxa mínima de juros caiu de 10,25% para 9% ao ano.

Para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cujos valores dos imóveis são acima dos limites do SFH, a taxa mínima caiu de 11,25% para 10% ao ano.

O percentual do valor a ser financiado dos imóveis usados subiu de 50% para 70%. Para unidades novas, foi mantido o percentual de 80% no teto do financiamento. Antes das mudanças feitas em agosto do ano passado, a Caixa financiava até 80% de imóveis usados.

G1

INSS convoca 152 mil beneficiários para passar por ‘pente-fino’

eneficiários devem procurar o instituto até o dia 4 de maio sob o risco de terem o auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez bloqueados

INSS convoca 152 mil beneficiários para passar por 'pente-fino'

ECONOMIA OPERAÇÃO

A lista com os nomes das pessoas está publicada no Diário Oficial da União (DOU), e elas devem procurar o INSS até o dia 4 de maio, conforme o portal G1.

O Ministério do Desenvolvimento Social, pasta a qual o INSS é vinculado, planeja realizar 1,2 milhão de avaliações médicas até o fim deste ano. A convocação faz parte da segunda etapa da ação, que começou em março deste ano e chamou outras 94 mil pessoas para refazer a perícia médica.

Segundo balanço divulgado pelo governo, do total de chamados, apenas 10,1 se apresentaram. As pessoas que estavam na primeira lista têm até esta sexta-feira (13) para se apresentar ao INSS. Quem não agendar a perícia até o final do prazo terá o benefício bloqueado.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Nota de Utilidade Pública

Diante do número de água (115 milímetros) nessa manhã de sexta-feira (6), no município de Trindade decretamos estado de alerta a população.

Tivemos diversas casas e prédios da cidade atingidos, além de vários prédios da Gestão Municipal prejudicados, com fortes alagamentos.

Portanto a Prefeitura Municipal de Trindade e todas as secretarias, ao exemplo de Obras, Administração e Ação Social, estão unidas e já estão realizando diversas ações nesse momento:

Ações de entrega de alimentos, água potável e medicamentos. Sistema de drenagens em diversas ruas. Está sendo feito apoio às famílias que tiveram suas casas alagadas, com carros a disposição de todos. A Paróquia já disponibilizou o Centro Paroquial para servir as refeições durante essa noite. A Secretaria de Ação Social também estará disponibilizando recursos financeiros para aluguéis de casas e já convocamos o Corpo de Bombeiros para fazer vistoria nas casas que foram atingidas. Existe uma equipe na Prefeitura nesse momento para atender às necessidades.

Pedimos a toda população ainda que não fiquem próximos de córregos ou tomem banhos em açudes, barreiros ou barragens.

Estamos todos unidos, trabalhando para atender a toda população. Não há como impedirmos as chuvas, elas são bem vindas no nosso Sertão e, foram 07 anos de seca e agora temos inverno, iremos juntos fazer o nosso papel de cuidar e proteger as famílias trindadenses.

Everton Costa
Prefeito

Saiba o que acontece se Lula não se entregar à PF

Caso haja resistência do ex-presidente ou de manifestantes, há a possibilidade de confronto

Saiba o que acontece se Lula não se entregar à PF

POLÍTICA PRISÃO

Neste caso, se até a hora prevista, Lula realmente não se entregar, os agentes federais poderão buscá-lo. .

“Legalmente, a PF vai tentar cumprir a ordem de prisão”, afirma Celso Vilardi, professor de direito penal da FGV (Fundação Getúlio Vargas) e criminalista.

O especialista explicou em entrevista ao UOL que, se Lula estiver no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ele poderá ser preso lá. Caso haja resistência do ex-presidente ou de manifestantes, há a possibilidade de confronto.

Saiba tudo sobre a prisão de Lula.

O advogado e professor de Direito Constitucional da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), Carlos Gonçalves Junior, destaca que poderá haver uso de força se houver resistência. “Toda aquela cordialidade, vamos dizer assim, que o Moro deferiu a ele em razão ao cargo que ele exerceu, é um privilégio de que ele vai abrir mão”, explica o advogado.

+ Agentes federais vigiam passos de Lula, diz revista

“Geralmente, quando se prendem autoridades, se tem essa pratica de negociar para preservar a própria autoridade. Agora, se ele não observar as condições que estão sendo oferecidas a ele, ele vai ser tratado como preso comum, vai ser capturado pela PF e vai proceder o encarceramento dele em prisão comum”, diz o especialista.

O UOL explica ainda que Lula não pode sair do país. Com a ordem de prisão expedida contra ele, o ex-presidente já se encontra impedido de sair do Brasil, apesar de ainda estar com o seu passaporte.

NoticiaMinuto