Prefeito de Trindade tem encontro positivo com Representante do CPRH

O Prefeito do Município de Trindade-PE, Dr. Everton Costa, na companhia do Superintendente de Comunicação da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Ricardo Costa e do Secretário Municipal de Administração, Charles Gerlanne, deu continuidade a sua agenda administrativa na capital do Estado.

Na tarde de hoje (28/03), o encontro foi com o Diretor-Presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente, o Sr. Djalma Paes Filho.

Em pauta, além de outros assuntos importantes, foram tratados a licença de funcionamento das novas instalações do Hospital Municipal e projetos de proteção ao meio ambiente.

O encontro foi considerado muito produtivo por todos os envolvidos, principalmente pelo gestor municipal que afirmou: “Mais um passo importante foi dado hoje para continuarmos garantido melhorias na vida dos Trindadenses. Seguimos avançando”.

Da Assessoria de Comunicação

Pernambuco tem pior saldo de empregos do Brasil em fevereiro de 2019, aponta Caged

Pernambuco registrou o pior saldo de empregos do Brasil em fevereiro de 2019, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia. No mês em que o Brasil gerou 173.139 empregos com carteira assinada, o estado fechou 12.396 postos de trabalho. Em janeiro, Pernambuco perdeu 7.242 empregos formais.

O setor que registrou o pior saldo de empregos durante fevereiro foi a indústria de transformação, com 12.149 demissões. O subsetor que mais afetou o resultado foi a indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, com 11.512 postos de trabalho fechados.

Segundo o Ministério da Economia, isso se deve à queda sazonal do emprego na produção da cana-de-açúcar. Além de Pernambuco, os estados que tiveram mais demissões no referido mês foram Alagoas (-2.255) e Rio Grande do Norte (-2.249).

Pelo oitavo ano consecutivo, o mês de fevereiro teve variação negativa de empregos em Pernambuco. No comparativo, fevereiro de 2019 foi o terceiro pior, atrás do segundo mês de 2017, com 16.342 demissões, e do referido mês em 2016, que teve 15.874 postos de trabalho encerrados.

Dos oito setores da economia analisados pelo Caged, seis tiveram resultado negativo. O segundo pior saldo foi o da agropecuária, com 1.952 postos de trabalho formal a menos. Em seguida, vêm o comércio, com 587 demissões; a construção civil, que perdeu 271 vagas de emprego; a indústria extrativa mineral, com 14 baixas; e a administração pública, que demitiu quatro pessoas.

Fonte: G1 Petrolina

Guedes diz que fica no cargo se presidente e Congresso apoiarem agenda ‘Vocês acham que vou brigar para ficar aqui?’, afirmou ministro ao Senado

Guedes diz que fica no cargo se presidente e Congresso apoiarem agenda
“Acredito numa dinâmica virtuosa da nossa democracia. Tenho certeza de que os partidos, em especial os poderes, cada um vai fazer o seu papel. Em segundo lugar, se o presidente apoiar as coisas que podem resolver o Brasil, estarei aqui. Agora se ou o presidente ou a Câmara, ninguém quer aquilo, eu vou obstaculizar o trabalho dos senhores? De forma alguma, voltarei para onde sempre estive”.

O ministro afirmou, porém, que tampouco considera deixar o cargo na primeira derrota.

“Eu venho para ajudar. Se o presidente não quer, se o Congresso não quer… vocês acham que vou brigar para ficar aqui? Estou aqui para servi-los”, disse Guedes. “Agora se ninguém quiser o serviço, vai ser um prazer ter tentado, não tenho apego ao cargo, como também não tenho inconsequência e a irresponsabilidade de sair na primeira derrota, desistir”.

A pergunta foi feita pela senadora Eliziane Gama (PPS-MA) durante audiência de Guedes na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos), do Senado.

Em seu discurso, ele defendeu a reforma da Previdência e voltou a defender a redistribuição dos recursos, hoje centralizados na União, com estados e municípios.

“A ideia é corrigir a hipetrofia do governo federal”, afirmou o ministro.

Guedes tem vendido a senadores reformar o pacto federativo, prevendo a descentralização, desvinculação e densindexação dos orçamentos públicos.

“Deveríamos examinar a conveniência de mandar o pacto federativo para o Senado”, disse. “Não é só para salvar este ano. Trata-se de redesenhar as finanças publicas do Brasil, corrigindo o mal sistêmico que vem do modelo econômico, com recursos excessivamente concentrados no governo federal”.

No dia seguinte à aprovação, na Câmara, de uma emenda constitucional que engessa ainda mais o Orçamento federal, prevendo que emendas parlamentares sejam consideradas despesas obrigatórias, Guedes minimizou o tamanho desses gastos no Orçamento do governo.

Ele voltou a defender que a classe política deve “reassumir seu protagonismo”.

“Em qualquer lugar do mundo, a classe politica não disputa 0,2%, 0,4% do Orçamento impositivo, que é um balãozinho de oxigênio para respirar mais seus meses. O que se discute é o que vamos fazer com os orçamentos”, afirmou.

O ministro foi convidado a falar sobre a dívida da União com estados no FEX (Auxílio Financeiro de Fomento das Exportações) e na Lei Kandir (que compensa estados pela isenção de impostos a exportadores).

A União reconhece uma dívida passada de R$ 39 bilhões com estados nessas duas contas, mas a previsão orçamentária de repasse é de R$ 1,2 bilhão, o que gera insatisfação principalmente de estados com forte atividade exportadora.

Guedes mencionou uma proposta, sem detalhá-la, que os estados teriam a garantia de receber um valor “bem maior do que isso”, com a mudança na divisão dos recursos do petróleo.

Do Recife, Prefeito Dr. Everton Costa agradece ao deputado Federal Gonzaga Patriota pelo carro 0km destinado ao Conselho Tutelar

 

Estamos em viagem administrativa no Recife e recebemos com imensa alegria, nessa manhã de quarta-feira (27), destinado ao Conselho Tutelar de Trindade, um transporte 0km (citroen aircross), uma emenda do Deputado Federal Gonzaga Patriota.

Só temos a agradecer a Deus e a este incansável representante de Pernambuco na Câmara dos Deputados em Brasília, por fazer da sua função uma importante resposta para nossa cidade por meio desta emenda. Obrigado Gonzaga, Trindade se alegra com seu reconhecimento aos nossos conselheiros que desenvolvem um trabalho importante em nossa cidade no cuidado com nossas crianças e adolescentes, ao lado da nossa gestão municipal.

Comigo, o presidente do Conselho Tutelar Gilvan Andrade, o secretário de Administração Charles Gerlanne, o Assessor Jurídico Dr. Valtenci Assunção e a representante da Concessionária Pigalle.

#MaisInvestimento #TrindadeSegueAvançando

Dr Everton Costa
Prefeito

Prefeito Dr Everton Costa se reúne com secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado para tratar do Matadouro Público e do Mercado de Carnes

Com agenda administrativa no Recife, o prefeito Dr Everton Costa se reuniu com o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco (SDA), Dilson Peixoto. Os assuntos tratados na oportunidade foram as pendências relacionadas ao funcionamento do Matadouro Público e do Mercado Público de Carnes de Trindade.

Dilson Peixoto informou ao gestor municipal que o requerimento de recursos para a aquisição do maquinário para o Matadouro Público encontra-se Secretaria da Fazenda para posterior liberação.

“Saímos animados. Explicamos ao secretário os anseios da população, que clama por esse compromisso firmado e recebemos deste um apoio valioso no atendimento desta demanda”, pontuou o chefe do poder executivo de Trindade, Dr Everton Costa.

A reunião contou também com a presença do secretário de administração de Trindade, Charles Gerlanne, do assessor jurídico Dr Valtencí Assunção, e do presidente do Conselho Tutelar Gilvan Andrade.

Da Assessoria de Comunicação – Trindade

 V Conferência Municipal da Pessoa Idosa

V Conferência Municipal da Pessoa Idosa,  V Conferência Municipal da Pessoa Idosa da qual trouxe o tema Desafios de Envelhecer no Século XXI e o papel das políticas públicas, realizada no Centro Pastoral da Sagrada Família.

“Parabenizo a todos que fazem a Secretaria de Desenvolvimento Social em nome da nossa secretária Rosilene Miranda (Mana), agradeço ainda a participação de todos presentes a essa belíssima conferência, aos vereadores presentes, secretários municipais e sociedade.

Agradeço também ao amigo e conselheiro tutelar Gilvan Andrade pela condução dos trabalhos no evento! Abraço a todos, DEUS no comando sempre” !!!

#AçãoSocial #TrindadeSegueAvançando

Dr. Everton Costa

Prefeito

PSE e Promoção à Saúde vem realizando encontros nas escolas durante todo o mês de Março

A Secretaria de Saúde de Trindade, por meio da equipe do PSE e Promoção a Saúde, e apoio da Secretaria de Educação, vem realizando durante todo o mês de março de 2019, visitas e momentos com os estudantes da rede municipal para tratar sobre o tema “Viroses do Aedes Aegypti”, como prevenir.

Durante essa manhã (20), a equipe esteve na Escola João Pedro, por meio do PSF do Trevo.

O objetivo do programa é contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

“Temos metas e compromisso com nossas crianças e uma equipe desejosa em colaborar ativamente com o desenvolvimento dos nossos estudantes”, frisou a secretária de Saúde Dra Conceição Barros.

Trump apoia Brasil na OCDE e vai discutir ação militar na Venezuela

A ala militar do governo brasileiro é contrária uma intervenção que extrapole a ajuda humanitária na fronteira

Trump apoia Brasil na OCDE e vai discutir ação militar na Venezuela

WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) – O presidente Donald Trump afirmou nesta terça-feira (19) que vai apoiar a entrada do Brasil na OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) e discutir com o presidente Jair Bolsonaro uma possível intervenção militar na Venezuela.

Dentro do Salão Oval, na Casa Branca, Trump repetiu que sabe o que quer quando o assunto é Venezuela e que “todas as opções estão sobre a mesa” diante da crise no país latinoamerico.

O americano admitiu, no entanto, que Brasil e EUA têm “opções diferentes” e precisam conversar profundamente sobre o assunto.

“Eu sei exatamente o que quero que aconteça na Venezuela. Nós temos opções diferentes sobre a Venezuela, vamos conversar sobre elas. Todas as opções estão sobre a mesa. É uma vergonha o que está acontecendo na Venezuela, toda a crise e fome, vamos falar sobre isso em profundidade”, disse Trump ao lado de Bolsonaro, no Salão Oval da Casa Branca.

Perguntado diretamente sobre um possível apoio do Brasil à ação militar na Venezuela, Trump disse que era preciso “discutir isso”.

A ala militar do governo brasileiro é contrária uma intervenção que extrapole a ajuda humanitária na fronteira e temia que Bolsonaro, ao ser sondado diretamente por Trump, sinalizasse algo diferente disso.

Por outro lado, a outra aposta do Planalto parece ter funcionado: questionado por jornalistas sobre declarar ou não apoio ao ingresso do Brasil na OCDE, o presidente americano disse que, sim, “estou apoiando o Brasil”.

O governo americano estava dividido quanto ao apoio, mas também avaliava que Trump poderia declarar algo mais assertivo quando estivesse ao lado do brasileiro. Há dúvidas sobre a declaração do presidente significar um suporte formal dos EUA ao desejo do Brasil -ou somente um aceno pessoal de Trump.

O Representante do Comércio é contra a entrada do Brasil -Guedes confirmou isso nesta terça- e Mike Pompeo, secretário de Estado, advoga a favor.

Por fim, ao ser perguntado por repórteres, o americano disse que está pensando em facilitar vistos para brasileiros entrarem nos EUA, mas logo mudou de assunto.

O Brasil liberou os EUA de visto sem pedir contrapartida.

“Também estamos pensando em facilitar os vistos, mas o comércio que temos com o Brasil não é tão bom como deveria ser. Temos que trabalhar para que seja o melhor possível”, disse o americano.

Bolsonaro chegou às 12h02 à Casa Branca, onde foi recebido por Trump para reunião e um almoço. Antes disso, os dois trocaram camisetas de futebol e lembraram do histórico de Pelé, na presença de jornalistas.

“Eu ainda lembro do Pelé”, disse Trump.

“Eu sou um pouco mais novo, mas também lembro do Pelé”, retrucou Bolsonaro ao estender uma camisa 10 da seleção brasileira de futebol. O número era usado pelo ex-jogador do Santos, que encerrou a carreira nos EUA, no Cosmos, de Nova York.

Bolsonaro voltou a dizer que depois de décadas de antiamericanismo, agora o Brasil tem um presidente próximo aos EUA.

“O Brasil mudou a partir de 2019. E obviamente temos muito a conversar, muita coisa a oferecer um para o outro para o bem dos nossos povos”, disse o presidente.

“Temos muito em comum com o senhor Donald Trump e isso pra mim é motivo de orgulho e satisfação. Ele quer uma America grande, como eu quero um Brasil grande também”.

Trump abriu a reunião dizendo que “nunca Brasil e EUA estiveram tão próximos”.

Além dos dois intérpretes, o encontro no Salão Oval teve a presença do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

(FOLHAPRESS)

Trump e Bolsonaro trocam camisas das seleções de futebol

Após a reunião reservada de cerca de 20 minutos na Casa Branca, Bolsonaro e Trump e as comitivas do Brasil e dos Estados Unidos terão um encontro ampliado

Trump e Bolsonaro trocam camisas das seleções de futebol

Os presidentes Jair Bolsonaro e dos Estados Unidos, Donald Trump, trocaram hoje (19) presentes. Um entregou ao outro camisas oficiais das seleções de futebol. Segundo o norte-americano, o presente era uma homenagem ao Brasil, que é uma potência no futebrol.

Trump presenteou Bolsonaro com a camisa de número 19 – em alusão ao ano de 2019. “O Brasil é um grande país. A grande potência do futebol. Tem grandes jogadores, posso lembrar de Pelé e tantos outros” , disse.

De presente, Trump ganhou uma camisa de número 10 – igual à que Pelé usou quando estava na ativa. Bolsonaro disse que a escolha do número 10 foi por causa das muitas alegrias que Pelé deu ao Brasil. “A camisa que simboliza o maior jogador de todos os tempos”, disse.

Após a reunião reservada de cerca de 20 minutos na Casa Branca, Bolsonaro e Trump e as comitivas do Brasil e dos Estados Unidos terão um encontro ampliado.

A viagem aos Estados Unidos é a primeira em caráter bilateral do presidente Bolsonaro. Com informações da Agência Brasil.

Imagens chocantes do resgate de crianças soterradas na Nigéria

O edifício tinha três andares e crê-se que terão ficado cerca de 100 pessoas soterradas, entre elas muitas crianças.

Ibrahim Farinloye, porta-voz da agência nacional de emergência, disse que não há confirmações de mortos até o momento, mas afirmou que a maioria das pessoas está soterrada.Funcionários estão trabalhando nos escombros e centenas de pessoas acompanham os resgates. Oito crianças já foram resgatadas.