O jornal americano “The Washington Post” publicou uma análise sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dias após o petista ter prestado depoimento ao juiz Sergio Moro, no âmbito da investigação sobre um apartamento tríplex no Guarujá.

Sobre o futuro de Lula, a publicação destaca: ”Daqui a um ano, o político mais popular do Brasil deve estar dormindo em um desses dois lugares: no conforto atrás dos portões do palácio presidencial ou em uma pequena cama atrás das grades.”

O jornal diz ainda que Lula se vê ameaçado pela Justiça, mas mantém alta popularidade, e teria chances de voltar ao poder. ”Se ele conseguir segurar o processo judicial por tempo suficiente para ganhar a eleição de outubro de 2018, incluindo todos os apelos, ele ganharia imunidade presidencial, o protegendo de processos por quatro anos”, refere o texto.

No entanto, o UOL conta que, sobre a imagem do petista e os efeitos das investigações, o jornal menciona: ”Mesmo se Lula não for condenado, analistas dizem, as investigações mancharam sua reputação e deixaram seu partido em pedaços”.

Noticia Minuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *