Araripina amanheceu de baixo de muita água, 88 mm de chuva

Em resumo muitas famílias acordaram já com a água inundando suas casas, Muros de escolas e da nossa AEDA caíram, a Perimetral está sem acesso por causa de tanta lama, nos bairros Cavalete, Cohab, Adelino e Zé Martins, Famílias perderam carros, feira, roupas, tudo que tinha dentro de casa (Graças a Deus não perdemos nem uma vida) Alegria para uns e transtorno para outros; esta tem sido a realidade da chegada da chuva em algumas cidades do Sertão pernambucano. De terça (24) para quarta-feira (25), o município de Araripina teve o maior índice pluviométrico de todo o estado, 88 mm, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

A reportagem do Folha do Araripe esteve acompanhando de perto os fatos. Em vários bairros da cidade foram registrados estragos por onde a água passou. No bairro do Cavalete I foram registradas a queda de 02 casas próximo a um Canal na daquela localidade, nas proximidades do Canal São Pedro, casas também foram invadidas pelas águas, inclusive pontos comerciais, em um armazém a água chegou a 01 metro de altura deixando prejuízo em móveis novos de uma Loja.

No bairro do José Martins, também em Araripina, foi ainda mais forte, o acúmulo das águas no Canal daquela comunidade, se deu por conta de 03 carros que foram arrastados para boca da pequena ponte por onde passa a água, bloqueando a passagem do líquido, formando assim uma represa, com isso, o volume de água foi subindo e chegou a mais de 2 metros de altura, graças a Deus, nem uma vítima de morte ou de feridos foram registrados, apenas perdas materiais e bens; friezes, TV, sofás, cama, estantes roupas e eletrodomésticos ficaram todos praticamente perdidos em meio a lama e aos destroços.
Nossa reportagem também registrou um momento em que um pequeno comércio de gêneros alimentícios foi atingido e tudo ficou perdido cheio de lama, provocando perda total.

A Prefeitura Municipal encaminhou ao local máquinas pesadas, caçambas e carros pipas para lavar as casas alagadas, além de uma equipe da Sec. de Ação Social, fazendo o registro e a retirada das pessoas que estão desabrigadas, sobretudo encaminhado para uma quadra coberta do município próximo ao local. O prefeito Alexandre Arraes, esteve em contato com a Defesa Civil do Estado pedindo apoio para as famílias desabrigadas por conta dessa ação da natureza, foram contabilizadas cerca de 250 pessoas desabrigadas, esse é o número apontado pela Secretaria de Ordem Pública do município de Araripina.
Veja as fotos em que nossa reportagem esteve acompanhando o drama das família atingidas.

Uma ideia sobre “Araripina amanheceu de baixo de muita água, 88 mm de chuva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *