Trump defende propostas para “ensino bíblico” em escolas públicas

Críticos alegam que propostas violam a separação entre Igreja e Estado

Nesta segunda-feira (28), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou seu apoio às propostas de legisladores de seis estados que permitiriam às escolas públicas oferecer aulas de ensino bíblico.

“Vários estados propondo aulas de Alfabetização Bíblica, dando aos estudantes a opção de estudar a Bíblia. Estamos começando uma reviravolta? Ótimo!” , escreveu ele no Twitter.

Deputados republicanos de Dakota do Norte, Missouri, Indiana, Virgínia Ocidental, Virgínia e Flórida estão esperançosos que essa mudança venha a ocorrer num futuro próximo. Trump muitas vezes recebeu o apoio dos líderes evangélicos, considerados fundamentais para sua campanha vitoriosa, mas essas propostas não partiram de pastores.

A possibilidade de escolas públicas oferecerem aulas eletivas sobre a Bíblia, com foco em seu significado histórico, é criticada por opositores ao presidente. Eles argumentaram que eles poderiam violar a separação constitucional entre Igreja e Estado.

O deputado de Dakota do Norte, Aaron McWilliams, co-autor do projeto de lei em seu estado, explica: “Sim, há uma separação entre Igreja e Estado, mas não há uma separação entre livros e educação. Se não tivermos uma boa compreensão fundamental sobre isso, não vamos entender como nosso país foi fundado e outros países a usaram [Bíblia] para formar o mundo que temos hoje”.

Mourão: ‘Quem ameaça parlamentar comete crime contra a democracia’

O vice-presidente comentou as ameaças relatadas pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ)

Mourão: ‘Quem ameaça parlamentar comete crime contra a democracia’

vice-presidente da República, Hamilton Mourão, declarou que é preciso aguardar um detalhamento sobre as ameaças relatadas pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) que o motivaram a desistir de assumir um novo mandato na Câmara e a deixar o País.

“Quando a gente diz que está ameaçado, tem que dizer por quem, como. Vamos aguardar”, declarou o vice, após uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. “Não estou na chuteira do Jean Wyllys, ele é que sabe qual é o grau de confusão que ele está metido”, afirmou Mourão, ao ser perguntado se a decisão do parlamentar estava correta.

Mourão reforçou que quem ameaça parlamentar está cometendo um crime contra a democracia. “Uma das coisas que é mais importante é você ter sua opinião e ter a liberdade para expressar sua opinião, os parlamentares estão ali eleitos pelo voto, representam os cidadãos que votaram neles. Quer você goste, quer você não goste das ideias do cara, você ouve. Se gostou, bate palma, se não gostou, paciência.”

Além disso, o vice-presidente afastou a possibilidade de relacionar à decisão do deputado com a investigação sobre o atentado contra o presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral.

Nas redes sociais, apoiadores de Bolsonaro impulsionam a expressão #InvestigarJeanWillis, insinuando que o deputado do PSOL estaria “fugindo” de uma investigação por fazer parte do partido ao qual Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado, já foi filiado. “Em nenhum momento apareceu alguma coisa que ligasse um com outro. Acho que isso aí é o wishful thinking, desejo que algo aconteça.”

Prefeitura de Trindade convoca agricultores para a entrega dos boletos do Garantia Safra

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento da Prefeitura de Trindade está convocando todo os presidentes de Associações Rurais do município para se fazerem presentes numa reunião, para que estes recebam os BOLETOS DO GARANTIA SAFRA 2018/2019 a serem distribuídos aos beneficiados.

A reunião será realizada nessa sexta-feira (25), a partir das 08h30, no auditório do Centro Administrativo, localizado a Rodovia  PE 316, vizinho ao prédio da UPA 24H.

“A gestão do prefeito Dr Everton Costa tem mais um compromisso assumido com os agricultores, beneficiando inúmeras famílias que tiveram percas na agricultura”, frisou a secretária Francisca Batista de Andrade.

O programa garante que as famílias agricultoras que tiveram perdas de pelo menos 50% da produção devido à seca ou excesso de chuvas, recebam o benefício.

Da Assessoria de Comunicação – Trindade

Manifestantes estão nas ruas e pedem queda de Maduro

Resultado de imagem para venezuela juan guaido

opositor e líder da Assembleia Legislativa da Venezuela, Juan Guaidó, se autoproclamou, nesta quarta-feira (23), presidente interino e assumiu o governo no lugar de Nicolás Maduro. O juramento ocorreu durante uma série de manifestações pelo país, iniciadas na noite de ontem (22), que pedem o fim do governo Maduro.

Maduro tenta se reunir com presidente Trump para tentar reverter situação, por outro lado em ciente descontente que enfrenta a população vem tomando força e ganhando união dos militares que já estão pronunciando a defesa da republica interpartidária.

Em repetidas ocasiões Maduro está usando de negociar para ganhar tempo e consolidar poder. o povo quer a saída imediata de Maduro Poder para que Juan Guaidó governe como legítimo presidente interino até que haja novas eleições na Venezuela, com isso a Venezuela com o novo presidente possa começar a trabalhar e cumprir a constituição e sobretudo reconstruir o país no qual Maduro destruiu.

Reações:

Outros pais poderão reconhecer Juan Guaidó como legitimo presidente interino da Venezuela a exemplo do Canadá, Estados Unidos, Argentina e inclusive o Brasil,

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pode reconhecer Juan Guaidó, atual líder da Assembleia Nacional, como o legítimo presidente da Venezuela. A decisão de Trump pode ser anunciada ainda hoje, de acordo com a imprensa norte-americana.

Guaidó é um dos principais líderes da oposição e adversário de Maduro. Ele já disse publicamente se considerar presidente interino para convocar novas eleições, o que lhe rendeu o apoio da Organização dos Estados Americanos (OEA). (ANSA)

.

PE 630 que liga Ipubi a Trindade está só o buraco

A cada ano que passa a PE 630 que liga os municípios de Trindade e Ipubi está ficando intransitável, mesmo os empresários locais donos de fábricas de Gesso fazendo o esforço para fazer da pista que era asfáltica uma pista reparada com gesso, não vem dando certo, muitas vezes os transeuntes precisam se deslocar na PE sentem na pele os problemas com a péssima qualidade em que se encontra a pista.

Todos os dias centenas de caminhões, carretas estão tentando com muita dificuldade chegar ao seu destino, usada ainda assim, a PE 630, pista essa que tem uma grande arrecadação para o estado devido o escoamento do gesso, sem falar do comercio local, o qual também precisam da assistência por parte dos responsáveis em manter a PE em condições minimas para uso.

O motorista Ricardo Dias, reclama da situação precária e nos disse; “Assim não da! basta a dificuldade em que temos em manter o caminhão em dias,  em condições de trasportar o produto, com fretes que mal dar pra pagar as contas, ainda temos que nos deparar com estradas esburacadas, isso é o Brasil, desse jeito não tem pneus que cheguem, quem fica no prejuízo somos nós, por isso, pedimos providencias por parte dos responsáveis”, concluiu Dias.

A PE 630 chegou a um estado em que nem mesmo uma operação tapa buracos resolverá a situação, de acordo com os prefeitos das cidades próximas o correto será o recapeamento e aumentar na largura ao menos mais 1 metro da pista melhorando o trafego e diminuindo os acidentes, sobretudo das mortes na PE, é necessário atenção e investimento na PE 630 para escoamento do gesso na região, só assim todos ganham.

PREFEITO DR EVERTON COSTA SE REUNE COM EQUIPE JURÍDICA

O prefeito de Trindade, Dr Everton Costa se reuniu nessa tarde de terça-feira (22), com a equipe da Assessoria Jurídica da Prefeitura Municipal de Trindade, em seu gabinete.

O chefe do poder executivo disse ter objetivado em realizar um alinhamento e levantamento das demandas processuais da administração da Prefeitura de Trindade.

“Assim como fiz com os secretários municipais recentemente, chegou o momento da equipe jurídica. Temos dois anos de muito trabalho pela frente, essas reuniões servem de alinhamento em todas as demandas”, frisou.

Da Assessoria de Comunicação – Trindade

Após fala de Bolsonaro sobre Flávio, Mourão diz que ‘lei é para todos’

Após fala de Bolsonaro sobre Flávio, Mourão diz que ‘lei é para todos’

Hamilton Mourão, presidente da República em exercício, viu com bons olhos a fala de Jair Bolsonaro sobre o filho Flávio. Em Davos, na Suíça, o presidente disse que se o senador eleito errou, precisa pagar.

Ao Blog da Andréia Sadi, Mourão defendeu que a lei precisa ser cumprida para todos. “Ele falou o ‘apure e puna se for o caso’, como falamos no Exército”, disse o vice-presidente, complementando em seguida.

“Simplesmente o presidente traduziu a máxima do Estado de direito: a lei será cumprida”, acrescentou

Quem também comentou a posicionamento do presidente foi o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, o general Augusto Heleno. Ele, que está com o presidente no Fórum Econômico Mundial, elogiou a fala do “chefe”.

“Achei ótimo, não tem ex-pai. A frase foi muito bem colocada”, afirmou Heleno à Sadi. Ele concordou com o pensamento de Mourão.

“Perfeitamente. A lei é para todos mesmo”, disse.

O Minuto

Em carta a Jean Wyllys, Lula pede ‘enfrentamento’ a Bolsonaro

O deputado conta que enviou o seu livro ‘Tempo bom, tempo ruim’, escrito por ele, ao ex-presidente e recebeu carta em resposta

Em carta a Jean Wyllys, Lula pede 'enfrentamento' a Bolsonaro

 

“Levamos a ideia do Pacto pela Vida para Moro”, diz secretário da SDS

Antônio de Pádua que reduzir os números de homicídios de 2019 para o menor da série história do Pacto pela Vida Por Rádio Jornal – Foto: Diego Nigro/JC Imagem

O secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua disse, em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta quarta-feira (16), que levou a ideia do programa Pacto Pela Vida para o Ministro da Justiça Sérgio Moro, como maneira de ajudar na integração das polícias  dos estados.

“Tivemos algumas reuniões no fim do ano passado e levado a ideia do Pacto pela Vida para Moro. Vai ser o grande desafio para o governo federal que é a possibilidade de integração das polícias. Já temos um norte a ser seguido, agora precisamos avançar nessa integração.”

Sobre homicídios em Pernambuco, Pádua quer uma redução maior este ano. “Nosso grande desafio em 2019 é alcançar os números de 2013, que foram os menores da série histórica do Pacto pela Vida. Estamos com uma meta ousada para 2019, traçando metas de reduções trimestrais.”

Rio pode testar sistema chinês de reconhecimento facial, diz deputada

Comitiva do PSL viajou ao país para discutir agricultura, saneamento e segurança; nas cidades chinesas, sistema serve para conferir ‘pontos’ a cidadãos

Na China desde o início da semana, uma comitiva de parlamentares brasileiros, a maior parte deputados federais eleitos pelo PSL, pretende iniciar pontes para a importação de tecnologias chinesas nas áreas de agricultura, saneamento básico e segurança pública.

A VEJA, a deputada eleita Carla Zambelli (PSL-SP), que integra o grupo, contou que uma dessas inovações pode ser testada no país já em 2019: o sistema de câmeras de rua com reconhecimento facial de cidadãos. “É uma tecnologia que será aplicada no Brasil de forma pro bono [sem custo], até para nós vermos como funciona, no estado do Rio de Janeiro”, diz.

Para que esse teste possa ocorrer, o grupo está fazendo a ponte entre os chineses e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Durante a campanha, Witzel defendeu em diversas oportunidades a adoção, no Rio, de tecnologias do tipo, estudando uma parceria público-privada (PPP) com empresas interessadas em utilizar as imagens para a garantia da segurança patrimonial.

Se no Brasil o sistema seria utilizado para fins de segurança pública, na China ele é a base do chamado Sistema de Crédito Social (SCS), projeto que será implementado até 2020 e utilizará registros das imagens para conferir pontos aos cidadãos do país. Jonathan Sullivan, diretor do Instituto de Políticas da China da Universidade de Nottingham, do Reino Unido, avaliou que o uso de câmeras aumentou a “capacidade de controle” do Estado sobre os cidadãos.

Agricultura

Um dos temas que dominaram a conversa foi a agricultura. Representantes do governo chinês falaram aos parlamentares brasileiros sobre a responsabilidade que os dois países, que estão entre os cinco de território mais extenso no mundo, têm para com o combate à “fome mundial”, em especial o Brasil, pela quantidade de terras agricultáveis – por aqui, excluídas as áreas indígenas e em posse do Movimento dos Sem Terra (MST), são 7%, enquanto no país asiático apenas cerca de 1%.

“Se fizéssemos uma espécie de cooperação internacional, eles poderiam investir em tecnologia para que nós possamos até dobrar a nossa produção ou mais do que isso, porque nós temos condição de mais do que dobrar essa produção apenas nas terras já agricultáveis”, diz Carla Zambelli, que aponta a oportunidade, em estudo pelo Ministério da Agricultura, de expansão dessas áreas.

Fonte: VEJA