Estado terá R$ 37 milhões para dessalinização

O secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, recebeu, ontem, o coordenador nacional do Programa Água Doce (PAD), Renato Saraiva, que anunciou investimentos da ordem de R$ 37 milhões para implantação de 170 sistemas de dessalinização, que vão beneficiar 68 mil pessoas, em 50 municípios.

O PAD é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Agricultura (Sara) e o Ministério do Meio Ambiente. As atividades consistem na retirada de água salina dos poços, tornado-a potável para o consumo humano. “Nossa meta é garantir a ampliação do fornecimento de água para a população do semiárido pernambucano, sobretudo em comunidades rurais, que convivem com a escassez ou com  água salobra”, ressaltou Mota.

Segundo o coordenador do PAD m Pernambuco, Bartolomeu Melo, a ação está em fase de licitação, para definir a empresa que fornecerá os equipamentos e as instalações dos sistemas de dessalinização. Dos 170 sistemas, 20 serão unidades produtivas do PAD, formadas por dois tanques, que aproveitam a água de rejeito (geralmente salgada) para criação de peixes (a maioria tilápias) e atriplex, planta forrageira que serve para alimentação de animais, principalmente caprinos.

Magno Martins

Uma ideia sobre “Estado terá R$ 37 milhões para dessalinização

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + doze =