Governo Bolsonaro marca leilão de primeira área de mineração

Governo Bolsonaro marca leilão de primeira área de mineração
Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Leilão será de uma área de exploração de cobre, chumbo e zinco na cidade de Palmeirópolis, em Tocantins.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou, nesta quinta-feira (11), que o governo do presidente Jair Bolsonaro marcou para o dia 21 de outubro o leilão da primeira de 30 áreas do Serviço Geológico do Brasil, antiga Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

A área fica em Palmeirópolis, no Tocantins. De acordo com o ministro, a região tem potencial para cobre, chumbo e zinco:

“A CPRM, que detém o direito minerário de um conjunto significativo de cerca de 30 áreas a serem oferecidas para investimentos, dá hoje um importante passo para concretização de um modelo de leilão conduzido conjuntamente com o Programa de Parceria de Investimentos, pelo qual será oferecido um bloco de áreas com potencial para cobre, chumbo e zinco na região de Palmeirópolis.”

O leilão estreia o modelo em que o governo, por meio do CPRM, oferece ao mercado o direito de exploração de áreas das quais possui título minerário e conhecimento geológico, informa o site G1.

Ainda de acordo com o almirante Bento Albuquerque, o edital do leilão prevê um bônus de assinatura – valor que será pago à União – de R$ 15 milhões R$ 255 milhões em investimentos em 10 anos.

informa o site G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =