www.folhadoararipe.com.br
Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

Governo investiga denúncias de incêndios criminosos na Floresta Amazônica

Publicada em 23/08/19 as 08:58h - 25 visualizações

por Folha do Araripe - Webtv 24hrs


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Folha do Araripe - Webtv 24hrs)

O presidente Jair Bolsonaro tem recebido denúncias de que incêndios criminosos na Floresta Amazônica podem ter sido causados em reação à suspensão de repasses para organizações não governamentais (ONGs) e também de verbas de países para o Fundo Amazônia, projeto de cooperação internacional para preservação da floresta.

A afirmação foi feita pelo porta-voz do governo, Rêgo Barros em pronunciamento ontem (21). “O presidente tem a percepção de que essas queimadas podem estar sendo realizadas em represália a esses prejuízos por parte das organizações não governamentais. Algumas denúncias desses atos já foram apontadas em algumas regiões“, afirmou ele.

O porta-voz também falou sobre a opinião pública estar sendo equivocada com relação às ações do governo. “O Ministério do Meio Ambiente vem atuando, vem se fazendo presente, o ministro hoje mesmo, após ir a um evento um evento realizado em determinado estado, viajou para a região [do Mato Grosso] para, in loco, liderar pela percepção, pela análise do ambiente operacional, para ver o que possa ser feito, em ajuda aos brigadistas daquela área, por parte do governo federal”.

Como noticiado pelo Terça Livre, o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, sobrevoou ontem à tarde algumas regiões de Mato Grosso para acompanhar o combate a queimadas no estado. Segundo o ministro, a maior parte dos focos de incêndio está localizada na área urbana. Salles destacou que, dos 10 mil hectares de área que foram queimados, cerca de 3 mil estão localizados na Chapada dos Guimarães.

Hoje, o presidente Bolsonaro voltou a dizer que as queimadas na Amazônia são criminosas e que organizações não governamentais. “Pode ser fazendeiro, pode, todo mundo é suspeito, mas a maior suspeita vem de ONGs”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quinta-feira.

O presidente ressaltou que o governo está investigando o crime, mas que não existem provas de quem está provocando as queimadas. “A Amazônia é maior do que a Europa, como vai combater incêndio criminosos nessa área? E é criminoso, mas você não vai pegar quem está tacando fogo lá, só se for em flagrante”, disse. “É um indício fortíssimo de que são ONGs. Não se tem prova disso, se vocês não pegar em flagrante quem está queimando e buscar quem mandou”, completou.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Visitas: 16334   Usuários Online: 17

Nosso Whatsapp

 (87)99104-1035

Copyright (c) 2019 - Folha do Araripe - Webtv 24hrs