Apresentador da Record é afastado de programa pela Lava Jato

Celso Russomano é, além de apresentador e jornalista, deputado federal pelo PRB-SP. É também acusado de receber recursos não contabilizados para a sua eleição em 2010. Por conta disto, Celso foi afastado do ‘Hoje em Dia’, programa de sucesso da Record.

A abertura do inquérito foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, pedida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O apresentador nega as acusações, entretanto, ele continuará fora do programa enquanto o caso não for devidamente esclarecido.

Russomano comanda um quadro em que esclarece direitos do consumidor.

A CONVITE, DIRETORIA EXECUTIVA DO CISAPE SE REÚNE COM O GOVERNADOR PAULO CÂMARA

Galeria

Esta galeria contém 2 fotos.

Na manhã desta quinta-feira (11) a Diretoria Executiva do Consórcio Intermunicipal do Sertão do Araripe – CISAPE, foi convidada pelo Governador Paulo Câmara (PSB) e pelo secretário da Casa Civil Dr. Antônio Carlos Figueira para estar presente no Recife, Palácio … Continue lendo

Golpe que oferece Netflix grátis por 1 ano rouba dados pessoais

Está sendo compartilhado em grupos do WhatsApp uma promoção falsa da Netflix que oferece um ano grátis do serviço. Para participar, os interessados devem informar os dados pessoais e do cartão de crédito, além de indicar um amigo. Assim, o site rouba as informações e ainda tem a chance de pegar dados de outros usuários.

Apesar de ter uma identidade visual idêntica à do site original da Netflix, o nome da empresa aparece escrito com dois “is” no endereço de acesso, como pontuado pelo especialista Ronaldo Prass no G1.

O duplo “i” no endereço passa despercebido por grande parte dos internautas, e torna o golpe ainda mais eficiente. A mensagem que está sendo circulando no WhatsApp pede ainda que o usuários compartilhe com 10 contatos para divulgar a promoção.

Inscrições do Enem começam hoje; o que os candidatos devem saber

Começam hoje (8), a partir das 10h, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Enem. O prazo de inscrição termina às 23h59 do dia 19 de maio. A taxa do exame este ano é R$ 82. As provas serão aplicadas em dois domingo consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.

Na hora da inscrição, os candidatos devem informar telefones fixo ou celular, além de e-mails, para que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) possa entrar em contato com o participante. Os dados devem estar atualizados.

O estudante também terá que criar uma senha de, no mínimo, seis e, no máximo, dez caracteres. Essa senha deve ser guardada, pois o candidato precisará dela até o ano que vem seja para conferir o resultado do exame ou para participar de processos seletivos que utilizam as notas das provas, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e Programa Universidade para Todos (ProUni).

“O processo de recuperação de senha foi alterado este ano, para garantir maior segurança aos participantes. É importante que os candidatos anotem a senha, pois vão usá-la em vários momentos”, diz a diretora de Gestão e Planejamento do Inep, Eunice Santos.

Informações

A inscrição começa com o fornecimento do CPF e da data de nascimento. O Inep cruzará as informações com o banco de dados da Receita Federal. O nome do participante, o nome da mãe e a data de nascimento serão preenchidos automaticamente e não podem ser alterados.

Segundo o Inep, caso as informações estejam incorretas no processo de inscrição, embora corretas na base da Receita Federal, o participante deve sinalizar o fato em um campo próprio e prosseguir com a inscrição. Se o participante souber que seus dados estão errados, inclusive na Receita Federal, deve procurar a Receita, solicitar a correção e também sinalizar o fato no campo próprio.

É também na inscrição que os candidatos escolhem a opção de língua estrangeira entre inglês e espanhol. Eles devem indicar a cidade onde querem fazer o exame, que não precisa ser o local onde o participante reside.

Os candidatos poderão ainda solicitar o atendimento especializado ou específico. Atualmente, o Inep disponibiliza guia-intérprete, tradutor-intérprete de Libras, leitura labial, prova ampliada, prova em braile, prova super ampliada, auxílio para leitura, auxílio para transcrição, entre outros mecanismos para promover a acessibilidade.

Nesta edição, um novo recurso vai auxiliar participantes com surdez e deficiência auditiva: a prova em vídeo Libras, oferecida em caráter experimental. Participantes com surdez e deficiência auditiva poderão selecionar apenas um tipo de recurso.

Os participantes transexuais e travestis devem fazer a inscrição com o nome civil. Só depois, entre 29 de maio e 4 de junho, poderão solicitar, pela Página do Participante, o uso do nome social.

Quando for finalizado o processo de preenchimento dos dados, será gerado um número de inscrição em uma página com o resumo das informações fornecidas. Nessa seção também é indicada a situação da inscrição. Os candidatos devem conferir os dados. Até o término das inscrições, é possível atualizar dados de contato, mudar o município escolhido para a realização das provas e a opção de língua estrangeira, além de solicitar atendimento especializado e/ou específico. Terminado o prazo de inscrição não é possível fazer qualquer alteração.

Isenções

Três grupos terão direito à isenção do pagamento da taxa de R$ 82 do exame. Para os concluintes do ensino médio no ano letivo de 2017, matriculados na rede pública de ensino, a isenção é automática. Os membros de família de baixa renda que declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, de acordo com o Decreto 6.135/2007, e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), têm direito à isenção. Outro grupo beneficiado é o de membros de família com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50) e que cursaram todo o ensino médio na rede pública de ensino ou como bolsista integral em escola da rede privada, seguindo a Lei 12.799/2013.

A isenção deve ser solicitada na inscrição, por meio de Declaração de Carência Socioeconômica. Nesse momento, o próprio sistema vai cruzar os dados inseridos pelo participante, de renda e de escolaridade, entre outros. Se a solicitação não for aceita, o sistema vai gerar, automaticamente, a Guia de Recolhimento da União (GRU). “Os participantes que tentarem burlar os critérios de isenção, que oferecerem informações falsas, poderão ser eliminados a qualquer momento do Enem, inclusive quando estiverem participando de processos seletivos para o ensino superior”, diz Eunice.

O prazo para o pagamento da taxa de inscrição vai até 24 de maio, respeitando os horários de compensação bancária. O participante isento da taxa no Enem 2016 e que não compareceu à prova só terá direito à isenção no Enem 2017 se justificar o motivo da ausência no sistema de inscrição.

Enem

O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

No primeiro domingo, dia 5 de novembro, os estudantes farão provas de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo, no dia 12, as provas serão de matemática e ciências da natureza.

Caso haja algum problema na hora de inscrição, os candidatos podem acionar o Inep pelo telefone 0800 616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília.

POR AGÊNCIA BRASIL

Menina de 3 anos morre com agulha na garganta após consulta ao dentista

Uma menina de três anos morreu após ter a garganta perfurada por uma agulha de seringa durante uma consulta odontológica, nesta quarta-feira (3). A mãe, Thais da Silva Barros, de 31 anos, levou a filha Isadora ao dentista para fazer restauração em um dente. Logo na aplicação da anestesia, a agulha se soltou da seringa e caiu na garganta da criança.

A dentista prestou primeiros socorros e encaminhou a paciente para o pronto-socorro do Hospital São Lucas. Segundo o R7, os médicos identificaram a necessidade de um procedimento cirúrgico e a vítima foi levada para o Hospital Santa Marcelina.

Thais chegou a ser comunicada que a cirurgia tinha corrido bem, mas a menina teve febre alta e sofreu uma parada cardiorrespiratória neste sábado (6). Ela não resistiu e morreu.

O caso foi registrado no 50º Distrito Policial – Itaim Paulista.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Moro pede para fãs da Lava Jato não irem ao depoimento de Lula

O juiz federal Sergio Moro usou as redes sociais para fazer um pedido aos apoiadores da Lava Jato. Em um vídeo divulgado neste sábado (6), Moro pede para as pessoas que apoiam a Operação não se desloquem até Curitiba no dia do interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcado para quarta-feira (10).

Moro diz que tem ouvido que “muita gente que apoia a Operação Lava Jato pretende vir a Curitiba manifestar esse apoio” e afirma que, nesta data, o apoio não é necessário.

“Tudo que se quer evitar nessa data é alguma espécie de confusão, de conflito, e acima de tudo não quero que ninguém se machuque”, afirmou o juiz.

Assista ao vídeo divulgado por Sergio Moro:

Lula vai participar da audiência pois é réu no processo que abrange três contratos da OAS com a Petrobras. A acusação refere que o petista recebeu R$ 3,7 milhões em propinas. O Ministério Público Federal (MPF) acredita que a propina se deu por meio da reserva e reforma do apartamento triplex, em Guarujá, e do custeio do armazenamento de seus bens. O ex-presidente nega as acusações.

ASA lança produtos na APAS, feira supermercadista

 

A ASA Indústria e Comércio está participando da APAS Show 2017, reconhecida como a maior feira supermercadista da América Latina, que começou na terça-feira (02) e segue até esta sexta-feira (05). A feira é realizada em São Paulo ereúne toda a cadeia supermercadista do Brasil e do exterior em um evento totalmente segmentado, com expositores de diversos países. A ASA aproveita o evento para lançar novos produtos no mercado e estreitar o relacionamento com os compradores e parceiros.

O bonito estande da empresa, com 108 metros, serve para o lançamento de produtos como as fraudas Baby & Baby, as novas embalagens da goiabada e do palmito Palmito de Pupunha, da Palmeiron, e o amaciante Bem Te Vi, principal foco de divulgação, além de todo o restante do portfólio.

De acordo com o diretor da ASA Indústria e Comércio, Wagner Mendes, a previsão é de realizar mais de 300 novos contatos até o final da APAS Show 2017. “A participação da ASA neste evento garante o alinhamento dos objetivos comerciais da empresa contemplando o network diante do trade supermercadista nacional. Os dias de conversas transformam-se em mesa de negócios, oportunizando a apresentação dos novos produtos, além de maturação de todo o portfólio ASA. Toda essa estratégia de aproximação mantém a marca próximo desse potencial nicho de negócio”, acrescenta Wagner Mendes.

Proprietária de alguns dos produtos mais conhecidos no Nordeste, a ASA Indústria e Comércio está comemorando 20 anos neste mês de dezembro. A ASA é uma empresa pernambucana que conta com quase 1.300 funcionários, sendo uma das principais empresas do Brasil. São quatro fábricas, localizadas em Pernambuco e na Paraíba, responsáveis pela produção de cerca de 250 itens nos segmentos de alimento, bebida, higiene e limpeza.

A ASA é proprietária das marcas Bem-Te-Vi, Vitamilho, Palmeiron, Bomilho, Invicto, Baby & Baby, Naturella, Casa de Vinhas, Certo, CBMC e Flamengo. Algumas dessas marcas são campeãs nas pesquisas de opinião que destacam as mais lembradas pelos consumidores.

A ASA Indústria e Comércio também se destaca na área de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Em 2014, foi a vencedora, na categoria Destaque Industrial, da 24ª edição do Prêmio Vasconcelos Sobrinho, promovido pela Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH). O projeto premiado foi “Preservação dos recursos hídricos através da coleta seletiva de óleo com a participação da sociedade”, que tem como objetivos principais o desenvolvimento de hábitos de preservação através da educação ambiental, com foco na coleta e reaproveitamento de óleo de fritura. A iniciativa dá um descarte ambientalmente correto a este resíduo, que tem alto poder de contaminação ambiental, e já reciclou mais de cerca de 5,6 milhões de litros de óleo.

Conheça mais no site: www.asanet.com.br

 

O empresário Lamarth Piancó cobra do Governador Paulo Câmara a construção da PE 630

IMG-20170506-WA0016IMG-20170506-WA0017

Lamarth Piancó empresário da cidade de Trindade sertão do Araripe, aproveitou a visita do Governador Paulo Câmara a região para cobrar a realização de um antigo sonho dos moradores do Povoado de São Pedro. Ao lado de lideranças e de muitos moradores foi feito a reivindicação ao Governador Paulo Câmara, a PE 630 é via de acesso as cidades de Trindade para a Barra de São Pedro e Ouricuri, chegando até a cidade de Santa Filomena.

Esta obra é uma esperança para a população da Região do Araripe, por ela passa todo transporte da produção gesseira para o Sul e Sudeste do País. Segundo o empresário Lamarth Piancó, a PE 630 possibilita um transporte mais curto o que barateia a produção e com mais segurança, lembrando que quando estiver pronta vai facilitar o escoamento das safras de milho e feijão. Ainda de acordo com o empresário existem estudos que favoráveis para a exploração de outros minérios, com reais possibilidades de geração de emprego e renda para a região.

O Empresário Lamarth Piancó esteve com o Agrônomo Dr. Tadeu Delmondes, representando a Associação dos Moradores e Emancipação de Barra de São Pedro (Distrito de Ouricuri).

Corpos e cabeças ainda aguardam DNA após massacre no RN

Mais de três meses depois do início da disputa entre facções rivais que resultou em duas semanas de rebelião e 26 mortos, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Rio Grande do Norte, as consequências do massacre ainda perduram. Três corpos e 15 cabeças aguardam exame de DNA. A polícia científica do estado não tem laboratório com tecnologia para a análise do código genético. O exame deve ser feito ainda este mês, no laboratório da Polícia Científica da Bahia.

As cabeças foram encontradas em buscas sucessivas, depois da rebelião. Antes disso, 11 corpos foram identificados e liberados, sem cabeça, para as famílias. Com a identificação por meio do DNA, o diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão, informou que as cabeças vão ser entregues aos familiares para que decidam o destino dos restos mortais. “Não era certeza que essas cabeças apareceriam, foram aparecendo, por sinal, de forma gradativa, algumas só posteriormente. É igual acidente aéreo, a vítima vai ser enterrada com o que foi encontrado.”

Restam também três famílias que ainda não tiveram uma resposta definitiva sobre o destino dos restos mortais de três detentos depois da rebelião. Elas aguardam que os corpos carbonizados e degolados sejam finalmente identificados por meio do DNA. Desde janeiro, os cadáveres estão no Itep. Uma quarta vítima foi enterrada como indigente em abril. Depois da recontagem, além dos 26 mortos, foram contabilizados mais de 50 fugitivos pelo governo estadual.

Marcos Brandão afirmou que as análises de DNA devem ser feitas em maio. “Como a gente não tem [laboratório de DNA] fica dependendo de nos encaixarmos em outro laboratório”, disse. “Vai ser no laboratório da Polícia Científica da Bahia. A gente tem parceria com eles. Os técnicos são nossos, a gente usa a estrutura física e equipamentos deles.”

Segundo Brandão, a rebelião acabou fazendo avançar um processo antigo de abertura de um laboratório de DNA. Uma estrutura do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn) já havia sido doada ao Itep, mas era preciso readequar o espaço. A obra está orçada em R$ 280 mil. Brandão informou que os recursos estão garantidos, e a licitação deve sair no dia 15 de maio. “Até o final do ano esperamos ter o nosso laboratório de DNA.”

Reformas e superlotação

Aos que sobreviveram ao motim, é preciso lidar com a superlotação. Antes da rebelião eram cerca de 1.150 presos para 620 vagas, levando em conta a Penitenciária de Alcaçuz e a Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, outra unidade que fica no mesmo terreno de Alcaçuz e é chamada de Pavilhão 5. Foi desse último espaço, controlado pelo Primeiro Comando da Capital, que escaparam os presos, no dia 14, para atacar o Pavilhão 4, dominado pelo Sindicato do Crime do RN.

Pavilhão 3 pronto para receber 300 presosDivulgação/Sejuc RN

A rebelião deixou um rastro de destruição no local, mas os problemas estruturais são mais antigos. Desde 2015 as celas não tinham grades (por causa de outro motim), o que deixava os detentos livres para circular dentro dos pavilhões. Com a retomada do controle de Alcaçuz, o governo estadual anunciou uma reforma emergencial. A obra, contratada com dispensa de licitação, foi orçada em R$ 1,9 milhão.

Com isso, segundo a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc), Cerca de 90% do contingente das duas penitenciárias estão abrigadas provisoriamente no Pavilhão 5, ou Penitenciária Rogério Coutinho Madruga. Ao todo, são 846 presos em Alcaçuz e 473 no Coutinho. O Pavilhão 3 já ficou pronto e, segundo a Sejuc, recebeu vistoria de equipe médica da prefeitura de Nísia Floresta – município onde fica Alcaçuz – e de representantes do governo estadual. Serão transferidos 300 presos que estavam provisoriamente no Pavilhão 5. A data e os detalhes da transferência não foram divulgados pela secretaria “por questões de segurança”

A construção de outras unidades prisionais também foi anunciada à época, como uma saída para a crise. Uma delas é a Cadeia Pública de Ceará-Mirim, que deveria ter sido entregue em 2016. A Sejuc diz que a unidade, com 603 vagas, está com 70% das obras concluídos e deve ser inaugurada no segundo semestre de 2017.

De acordo com a Sejuc, o número de presos a serem transferidos de Alcaçuz para as novas unidades prisionais ainda está sendo decidido pela Coordenação de Administração Penitenciária. Ainda assim, a população carcerária do estado como um todo é maior que o número de vagas a serem criadas. A secretaria informou que existem cerca de 8 mil detentos para 4 mil vagas atualmente.

Fechamento definitivo

Na reforma de Alcaçuz, mudanças foram feitas em relação ao projeto original, que vão desde travas das celas mais modernas a reforço de concreto no chão. Em relação a adaptações que seriam realizadas do lado de fora, como proteção do perímetro do presídio e concretagem junto ao muro para evitar túneis de fuga, a Secretaria de Justiça não detalhou quais ações anunciadas no dia 23 de janeiro já estariam prontas ou foram iniciadas.

Mesmo com o anúncio da reforma, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, manifestou em pelo menos duas ocasiões o desejo de desativar a Penitenciária de Alcaçuz. Para ele, a escolha do local (uma duna próximo a uma área de expansão turística) e a concepção do projeto foram erradas desde o princípio. O Ministério Público do Rio Grande do Norte abriu inquérito civil questionando essas manifestações.

As reformas estão sendo orientadas pela Força Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), grupo criado pelo Ministério da Justiça este ano para ajudar na crise dos sistemas prisionais dos estados. No total, 85 agentes penitenciários, de quatro estados brasileiros, atuam no Rio Grande do Norte, especialmente em Alcaçuz, desde o fim de janeiro.

“[Alcaçuz] é um presídio bom”, disse o coordenador da FTIP no estado, Mauro Albuquerque. “Tem uma estrutura boa, muro, os blocos são bons, estão sendo reformados, então vai funcionar bem”, destacou em entrevista à Agência Brasil.

Já a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte (Sindasp-RN), Vilma Batista, concorda que o local escolhido não foi adequado. “O tamanho da penitenciária também desfavorece. É muito grande, e a gente não tem visão dela toda”. Porém, ela classifica o fechamento definitivo de Alcaçuz de “desperdício de dinheiro público”. “Foi um investimento muito alto na penitenciária. O que deveria ser feito era reaproveitar. Temos outro nível de população carcerária, presídio feminino. E também porque não há tempo hábil para a construção de novas unidades. Mesmo que se construa Ceará-Mirim e mais duas unidades ainda não vai desafogar a superlotação que temos hoje.”

Sobre o desejo do governador de fechar definitivamente Alcaçuz, a Secretaria de Justiça informou que “o fechamento ainda não foi confirmado nem tem data para acontecer”. Com informações da Agência Brasil.

Jornalistas de diversas partes do Brasil conhecerão cooperativas de Petrolina

Jornalistas de diversos veículos de comunicação, com abrangência em Pernambuco e w

em âmbito nacional, participam do 2° Intercâmbio de Jornalistas, oferecido pelo Sistema OCB/PE. O intuito do evento é de levar os profissionais para conhecerem empresas, que funcionam da forma administrativa de cooperativas, localizadas na cidade de Petrolina, no Sertão do estado. Boa parte das cooperativas da cidade servem de referência a nível nacional com produtos exportados para países da América do Norte e Europa. A forma como as empresas conseguiram o patamar de qualidade, colocando Pernambuco no cenário mundial de exportação, será um dos temas em foco do Intercâmbio, que contará com 20 profissionais da comunicação. O Intercâmbio acontece do dia 09 a 11 de maio.

De acordo com a agenda do evento, a primeira visita técnica ofertada aos jornalistas acontecerá na sede da Coopexvale. A empresa cooperativa, que trabalha com exportação de uva, apresentará o processo de colheita e como a instituição conseguiu se adequar aos diversos quesitos do mercado internacional para se firmar nos principais países compradores da fruta. No Intercâmbio também está agendado a ida até os parreiras, onde as uvas são colhidas. Outra cooperativa que receberá o público é a Coana, fabricante do Suco de uva Terra Sol. A fruta do produto é conhecida por ter um fator antioxidante cinco vezes maior do que qualquer uva no mundo, sendo um diferencial para o produto da região.

Já no dia seguinte, os comunicadores irão até a Unicred do Vale do São Francisco, cooperativa do ramo crédito. Lá, os gestores da cooperativa explicarão como os juros baixos das agências estão atraindo os brasileiros, expondo o sucesso de um dos principais ramos do cooperativismo no Brasil, superando as transações em bancos privados.

Todas as despesas da viagem serão custeadas pelo Sistema OCB/PE. Com o Intercâmbio, o órgão objetiva a meta finalística da promoção à cultura da cooperação e disseminação da doutrina, valores e princípios do cooperativismo, além do fortalecimento da imagem do Sistema OCB e na divulgação dos benefícios do cooperativismo.

Diego Ximenes

Assessoria de imprensa do Sistema OCB/PE