Pernambuco quebra recorde nas Paralimpíadas Escolares

Estado conseguiu seu maior número de medalhas na competição

Pernambuco mostrou que tem quantidade e qualidade nas Paralimpíadas Escolares, que se encerram hoje (23), após três dias de disputas. O estado enviou sua maior delegação da história da competição, contando com 49 membros entre atletas, técnicos e oficiais. Esse aumento levou ao maior número de medalhas já conquistadas por Pernambuco na competição, que neste ano foi realizada em São Paulo. No total, foram 26 medalhas, sendo dez ouros, onze pratas e cinco bronzes. Um total de onze pódios a mais do que os quinze conquistados na edição de 2017.

Na quarta-feira (21), primeiro dia de competição, Pernambuco garantiu nove medalhas. João Pedro Albuquerque, do Colégio Militar (Petrolina – PE), conquistou duas medalhas de ouro no atletismo (60m e salto em distância). Alfredo Silva, da Escola São Sebastião (Ouricuri – PE), também conseguiu ouro, na prova dos 75 metros do atletismo. Na natação, o ouro foi para Fábio Vitório, do Colégio Marechal Gaspar Dutra, nos 100m costas. Os paratletas João Pedro Albuquerque e Alfredo Silva também conseguiram medalhas de prata nas provas de lançamento de pelota e lançamento de dardo, respectivamente. Joyce Silva, da Escola Municipal CAIC (Pesqueira – PE), também ficou com as pratas no arremesso de peso e 100m. Maria Raiane da Silva, da Escola Cônego Eugênio (Gravatá – PE), finalizou o dia com um bronze no tênis de mesa.

Na quinta-feira (22), Pernambuco conquistou mais oito medalhas, empatando o recorde anterior (17 medalhas em 2016) com um dia de disputas sobrando nas Paralimpíadas. Wanderson Monteiro, do EREM Devaldo Borges, em Gravatá, levou o bronze no tênis de mesa individual Classe 7M. No arremesso de peso, Jonathan Marcelo, da Escola Arruda Marinho, em Pesqueira, garantiu a medalha de prata.

O primeiro ouro do dia veio com Felipe Cavalcante, da APAE Petrolina, campeão nos 400 metros Classe T37. Ele também levou o bronze no salto em distância. A natação fechou o dia com mais quatro medalhas. Ana Beatriz Gomes, do EREM José de Lima Júnior, em Carpina, foi ouro nos 100 metros nado peito categoria SB8 e prata nos 100 metros livres categoria S9. Outro destaque das piscinas foi Fábio Vitório. Ele já tinha levado um ouro no primeiro dia e no segundo garantiu duas pratas na categoria S8 nos 100 metros livre e 100 metros peito.

Nesta sexta (23), último dia das Paralimpíadas Escolares, Pernambuco garantiu mais nove medalhas e a quebra do recorde. No total, foram quatro ouros, três pratas e dois bronzes conquistados hoje.

Na natação Vitória Siqueira, da Escola Arão Peixoto de Alencar (Ipubi -PE), foi ouro nos 50m borboleta e prata nos 50m livre S6 categoria B. Ana Beatriz Gomes ficou com bronze 50 metros livre Categoria SB8 e Fábio Vitório Cândido terminou com a prata nos 50m livre Categoria S8. No tênis de mesa, Maria Raiane da Silva conquistou  a medalha de bronze na classe 6 a 8 infantil e ouro na Classe 7 individual infantil. Já o atletismo teve ouro com Alfredo da Silva no lançamento do dardo DF T42. Na bocha, Andrei Silva, da Escola Municipal Adauto Carício (Belém de Maria – PE), segurou a medalha de prata classe BC4 e Andreza de Oliveira, da Escola Estadual José Mariano (Recife – PE) recebeu ouro Classe BC2, Categoria B. O grande medalhista pernambucano destas Paralimpíadas Escolares veio da natação. O recifense Fábio Vitório Cândido conquistou quatro medalhas na competição, sendo uma de ouro e três de prata.

Para o Secretario Executivo de Esportes e Lazer de Pernambuco, Diego Pérez, as medalhas são o resultado de um resgate do esporte paralímpico escolar no estado.

“Nós resgatamos os Jogos Paralímpicos de Pernambuco em 2015 e passamos a ouvir os paratletas e técnicos para melhorar a competição. Em 2018 conseguimos aumentar consideravelmente o número de modalidades e a qualidade dos jogos, e o reflexo foi uma maior delegação para as Paralimpíadas e o recorde conquistado nesta competição” explicou.

Com informações da assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 6 =