RODRIGO MAIA É CITADO EM NOVA DELAÇÃO

Henrique Constantino, um dos sócios da Gol Linhas Aéreas, confirmou em delação premiada  que repassou R$ 7 milhões em propina para Rodrigo Maia, e a pedido do ex presidente Michel Temer e integrantes do MDB.

A delação foi homologada no último dia 16 de Abril pelo juiz da 10ª vara criminal federal do Distrito Federal Vallisney de Souza Oliveira.  A delação citou pelo menos 12 políticos de 5 partidos diferentes, além do MDB, foram citados o PT, DEM, PP e PSDB.

Sobre o ex presidente Michel Temer, o sócio da Gol disse que, o então vice presidente da república participou de uma  reunião em 2012, ao lados dos então deputados Eduardo Cunha(MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves(MDB-RN).  Afirmou o empresário que no encontro foi solicitado o pagamento de R$ 10 milhões de reais em troca de atuações ilícitas do grupo em diversos negócios.

O interesse do empresário era a liberação de R$ 300 milhões do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FI-FGTS)  que é controlado pela Caixa econômica Federal para  a ViaRondon, empresa ligada a Constantino.

Como parte do acordo, o empresário se comprometeu a devolver R$ 70 milhões a titulo de ressarcimento  á Caixa e ao FGTS.

Segundo Constantino, Maia, foi beneficiado através da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), que foi criada em 2012 para defender as empresas do setor.

Além de Rodrigo Maia, também foram citados os então senadores  : Romero Jucá , Ciro Nogueira, Vicente Cândido, Marco Maia, Edinho Araújo, Otávio Leite e Bruno Araújo.

O atual presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia , disse que não conhece e não tem nenhum vinculo de relacionamento com o empresário Henrique Constantino.

” Nunca me pagou nada, isso é mentira dele, ele não tem como, provar nada , isso será mais um inquérito arquivado pela justiça brasileira ” comentou Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − um =