Taxista denuncia abandono do terminal Rodoviário de Araripina

alt

A Socicam que administrava a Rodoviária, abandou o ‘barco’, disse Lenício Araujo

 

O presidente da Associação dos Taxistas de Araripina – ATA, Lenício Araujo, participou nesta quinta-feira (04) do programa Rota 903 na Arari FM. O taxista que faz ponto na Rodoviária de Araripina, contou ao radialista Carlos Lima, que o terminal de passageiros foi totalmente abandonado pela empresa que era responsável pela limpeza e manutenção do local.

De acordo com o Lenício, a situação atual da Rodoviária Municipal está uma vergonha, ainda segundo ele, até a bomba que puxa água da cisterna para a caixa d’agua e que abastece os sanitários, está quebrada, a podridão no local é total.

“Eu mesmo tive que interditar os banheiros porquê ninguém consegue ficar no terminal sem água. Os passageiros usam o sanitário e a fedentina toma conta do local, todo mundo fica reclamando. A Socicam que administrava a Rodoviária, abandou o ‘barco’ e deixou com o Estado, que fez um acordo com o pessoal da lanchonete e da Viação Pernambucana pra fazer a limpeza até esta sexta-feira (05), e depois, ninguém sabe como é que vai ficar”, reclamou.

Lenício Araujo informou também, que falou com o prefeito Raimundo Pimentel, e ele disse que só assumiria o terminal, após uma reforma completa do aparelho.

“O prefeito tem razão em não assumir a Rodoviária na situação que está. Dessa forma, nós não sabemos mais a quem apelar, a não ser, pedir a intervenção das deputadas estaduais da região, que são Roberta Arraes e Socorro Pimentel, para tentar solucionar o problema lá na capital, porque da forma que está, não pode ficar”, desabafou.

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =